Você está aqui:Home » A Mooca é bella » Café e comidinhas com sotaque mineiro

Café e comidinhas com sotaque mineiro

Café passado no coador de pano e servido com requinte nas mesas dos clientes; pão de queijo assado na hora com o autêntico queijo da Serra da Canastra; pamonhas, compotas, lanches, bolo de fubá (moído na pedra), salgados, cachaças e produtos artesanais de todos os tipos. Também serve café colonial. Tudo com sabor e sotaque mineiro.
As atrações do Empório Coisas de Minas não param por aí. Aberta há seis anos em uma área central da Mooca, a casa tem decoração e ambiente rústico, paredes descascadas, mobílias, quadros e quinquilharias que lembram as cidades mineiras. Por sinal, lá só tem produtos produzidos em Minas Gerais, inclusive a água e os refrigerantes artesanais.
A história de sucesso começou há oito anos quando Lilian Teodoro saiu de sua terra natal, a pequena Muzambinho, interior de Minas, e veio para São Paulo fazer estágio no curso de Farmácia. Depois se casou, teve dois filhos e foi sócia de uma farmácia de manipulação. Herdeira de comerciantes natos, entre idas e vindas sempre trazia de Minas produtos para amigos e consumo próprio. Aí, veio o insight.
“O Empório Coisas de Minas nasceu em 2013 em um espaço pequeno, de 25 m². Nós pensamos em montar algo diferente e de qualidade, combinando com um ambiente que remetesse ao conforto do campo”, explica Lilian, acrescentando que optou pela Mooca não só porque já vivia aqui, mas também pelo perfil dos moradores do bairro que se cumprimentam, são cordiais e fazem lembrar a cidade onde nasceu.
No início, a loja era administrada apenas por Lilian e só vendia produtos vindos de Muzambinho. Então, começou a servir café ao estilo mineiro: água fervida junto com o pó. Além disso, a bebida era coada pelo próprio cliente. “Essa experiência ainda não existia em São Paulo e todo mundo aprovou”, lembra.

Conterrânea do apresentador Milton Neves, da Rádio e TV Bandeirantes, Lilian conta que o movimento cresceu. Como não havia espaço para colocar mais mesas, mudou para um local maior, ao lado da loja inaugural. O cardápio ganhou mais opções. “Aos sábados, tínhamos filas de dez mesas”, lembra. Nessa época, a casa já faturava quase R$ 500 mil por ano. Aí o marido mooquense, Juliano, deixou o emprego em uma multinacional para tocar o negócio com ela.
O cardápio inclui também pão de queijo recheado, pão de linguiça, porção de queijo coalho, café espresso gourmet, café pingado da roça, cappuccino da Dona Sinhá (com farofa de amendoim), além de lanches e bebidas quentes e frias. O café leva a marca “Empório Coisas de Minas” e vem da Fazenda São Manoel, de Muzambinho, administrada por familiares da empreendedora. A variedade é 100% arábica e o tipo de grão é obatã, exportado para alguns países da Europa. “Além do café da casa, nós trabalhamos com uma carta de cafés especiais. Um diferente do outro”, explicou.
Enquanto conversava com um jornalista, Lilian notava, com satisfação, a entrada de clientes em sua loja. Entre eles, as amigas Rita de Cássia Tramaioli e Kátia Mazzini, moradoras da Mooca. “O ambiente aqui é gostoso e os produtos são de qualidade. Quando está frio, gosto do café Barnabé”, comenta Rita. “Eu pedi uma soda mineira com hortelã. O café gelado também é uma delícia”, frisou Kátia.

Serviço:
Empório Coisas de Minas
Rua Taquari, 81 – Mooca – na calçada
do Extra – (11) 2639-9137
emporiocoisasdeminas.com.br

Deixe um comentário

© 2016-2018 Desenvolvido por Ópera Markeitng